sexta-feira, 23 de junho de 2017

Está de castigo

A Nina já me moeu tanto os ossos hoje, que tive que a pôr de castigo, na varanda.
Ontem comecei a dar-lhe Valdispert a ver se a gaja sossega a passarinha. Fui ver à net e é um bom tranquilizante natural e não faz mal aos cães.
O problema é que ela dorme toda a manhã, mas quando acorda vem com o "speed" todo.
Antes de almoço começou a andar à roda, na cozinha, a meter-se debaixo dos meus pés. Corri com ela para a cama, mas à terceira vez meti-a na varanda. Deixei-a por pouco tempo porque ainda lá batia o sol. Entrou e saiu várias vezes no caixote (WC), mas não fez nada.
Enquanto almoçávamos não parou um segundo, sempre a andar à roda. A seguir voltei a deitá-la na almofada mas parecia que tinha a mola solta e mal eu virava costas, punha-se outra vez de pé e vá de andar à roda. Acabou por fazer cocó na almofada e aí perdi a pachorra e meti-a na varanda. Mas ela anda sempre à roda no mesmo sítio e se ficar lá muito tempo, é capaz de "cavar" um buraco e cair à rua. eheheh
Escrevi isto, porque não tenho mais nada a dizer...
Bom fim de semana.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

E a "gente" continua às voltas com a "jante".

Pois é, ainda não o fomos buscar, mas já estamos fartos de dar voltas por causa de um pormenor: o carro não tem roda de reserva. Vem com um "Kit" de reparação de furos que mais não é do que "uma boa merda para deixar um gajo na estrada e fºd€r pneus".
Eu explico:
Um Kit de reparação de furos só repara furos com um diâmetro inferior a 4 milímetros. Caso um tipo "morda" um passeio, ou apanhe um buraco na estrada que faça um rasgão no pneu, esqueçam o Kit e chamem um reboque. Ao menos que, em vez do Kit, o filhadaputa do carro trouxesse um reboque na mala. Mas não traz.
Outra particularidade do Kit de reparação de furos, é que (segundo li agora mesmo) mesmo no caso de furos reparáveis, não devemos andar mais de 200 quilómetros sem substituir o pneu. Leram bem: substituir o pneu, porque o produto usado pelo Kit, deixa o pneu impróprio para consumo. Deita-se fora e compra-se outro e por isso a minha resistência a esta modernice que, não serve absolutamente para nada. Por isso temos andado numa "roda" viva à procura de uma "roda" de reserva, o que não é uma tarefa fácil, atendendo à merda de carro que comprámos.
Chevrolet Spark
"A gaja" tem um velhinho Daewoo Matiz, que era da filha e ficou para a mãe, quando há 2 anos comprámos carro novo para a miúda. É um carro muito fácil de conduzir e como "a gaja" é meia lerda, tem servido perfeitamente para fazer 2 Km para o emprego, mais 2 Km para vir almoçar, 2 Km para voltar ao emprego e outros 2 Km à noite. A andar assim, em 2 anos fez menos de 5000 Km e está cheio de ferrugem (é de 2004 e tem um lado todo amolgado, porque a filha andou 4 anos para descobrir que a saída da garagem dela, tem um muro do lado direito e, vai daí... estão a imaginar?...).
Ora, sendo lerda como é, "a gaja" não queria um carro muito diferente e acabámos por comprar o substituto do Matiz, que é o Chevrolet Spark (a GM comprou a Daewoo e adotou a marca Chevrolet, que também é do grupo GM).
O problema é que este modelo nunca foi muito vendido em Portugal e o material é caro e nos "sucateiros" não aparecem jantes usadas. Para piorar tudo, a GM, este ano deixou de comercializar a marca Chevrolet na Europa. De modos que a Santogal, que ficou a dar assistência à marca, vende as peças ao preço que quer e já me pediram 350€ por um conjunto jante e pneu.
O filhadaputa do carro ainda não nos foi entregue e já está a dar problemas...
Na internet já encontrámos jantes novas por 33€ (sem pneu), mas quando a esmola é grande, pobre desconfia e se não me entregarem o material à cobrança, não caio na esparrela de pagar com Visa e ficar a ver navios. Prefiro dar umas voltas pelos ferro-velhos de Sacavém ou, em último recurso, ir ao representante e largar 350€. Assim como assim, de cada vez que reparar um furo tenho que comprar um pneu novo...
"Prontes", se conseguiram ler o post todo, é porque são pessoas excecionais... ou desocupadas. eheheheheh

terça-feira, 20 de junho de 2017

Uff, que calor

Mas agora já tenho uma mini-ventoinha só pra mim.


Como é que nós vamos arranjar coragem para mandar abater esta bichinha?
Por muito velha e "taralhouca" que esteja, continua a ser a nossa Nina.
Há dias em que fica parvinha e faz as necessidades em qualquer lado. Mas agora até anda melhor, não mostra ter dores a não ser quando se levanta e vai a "mancar" ter connosco e, pelo menos metade das vezes, ainda se lembra onde está o caixote "WC".
No fim de semana comprei-lhe esta ventoinha e tem dormido mais sossegada e com menos dificuldade em respirar.
Vamos ver até onde ela se aguenta... daqui por duas semanas vamos para o Minho e a filha tem que vir cá para casa tomar conta dela. Faz de conta que temos duas filhas... xD